• Logomarca Governo do Estado do RN
  • Governo do Estado do RN
  • Nov 29 2021 12:51PM

MATÉRIA

+

Dia Mundial da Água traz de reflexão para a importância deste recurso natural

ASSECOM/RN20 Mar 2021 10:21

Governo do RN

Matar a sede, lavar as mãos, louça, roupa, o corpo, plantar, cuidar, criar. Atividades cotidianas que têm em comum a água, assim como tantas outras tarefas individuais, comerciais e industriais. Nesta segunda-feira (22) é comemorado o Dia Mundial da Água. A data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1992, lembra a importância deste recurso natural. O tema de 2021, escolhido pela ONU é o “Valor da Água” e no momento em que o planeta vive uma pandemia, a água tem se mostrado cada vez mais valiosa.

O Governo do RN reafirma a importância deste bem e destaca que tem muito para celebrar no Rio Grande do Norte. São diversas ações sendo realizadas para universalizar o acesso à água e trazer segurança hídrica para o Estado observando as dificuldades do Semiárido, bem como, abastecer os potiguares que estavam em áreas até hoje desassistidas. E todo esse trabalho é também integrado à educação ambiental, para que o recurso seja bem aproveitado. 

Nesta segunda-feira (22), o Governo do RN, através da Semarh, Igarn, Caern e Idema, realizará uma Mesa Redonda, com o tema “Valorizando a Água”. O evento acontecerá das 8h30 às 10h, com transmissão pelo canal de YouTube da Semarh. Participarão da mesa redonda a Governadora, Fátima Bezerra; o secretário da Semarh, João Maria Cavalcanti; o diretor-presidente do Igarn, Auricélio Costa; o diretor-presidente do Idema, Leon Aguiar; o diretor-presidente da Caern, Roberto Linhares; o Deputado Estadual, Francisco do PT; representando os Comitês de Bacia Hidrográfica (CBH), o presidente do CBH Apodi-Mossoró, Rodrigo Guimarães e o presidente do CBH Piancó-Piranhas-Açu, Paulo Varela; além do articulador do SEAPAC, Procópio Lucena.

INFRAESTRUTURA

O Governo do Estado, através da Semarh, está executando a maior obra de infraestrutura hídrica do RN e a quinta maior do país, que é o Complexo Oiticica. A obra que é esperada há 50 anos e trará segurança hídrica para a população, beneficiando 800 mil pessoas.

O governo de Fátima Bezerra encontrou as obras de Nova Barra com 43% de execução e hoje está com o percentual de 84,53% encaminhados, somado às obras físicas da parede do reservatório que já estão 89,9% executadas.

A Semarh iniciou também um programa de perfuração de poços destinados às populações atingidas pela seca ou falta regular de água. Em três meses já foram perfurados 157 poços, dos 635 previstos no Programa RN + Água, distribuídos em todas as regiões, em comunidades que até então dependiam de carro pipa. Ao final do programa todos os poços serão instalados.

Além disso, o Governo do Estado investe permanentemente na recuperação e implantação de dessalinizadores e cisternas em comunidades rurais de difícil acesso, no monitoramento e recuperação de barragens e, mais recentemente, encaminha a implantação,  em conjunto com Consórcios Intermunicipais de Resíduos Sólidos, de dois aterros sanitários, um no Seridó e outro no Alto Oeste. A Caern também tem realizado ações para melhorar o abastecimento da população, em Grossos, por exemplo, foi perfurado e equipado um novo poço com recursos próprios para beneficiar todo o município.

MELHORIAS

Através do Governo Cidadão estão sendo realizadas obras que estão mudando a realidade de milhares de potiguares que vivem em comunidades sem rede de abastecimento em cinco municípios. Um investimento de cerca de R$ 25 milhões nas cidades de Baraúna, Campo Redondo, Pedra Grande, Jardim do Seridó e São Miguel do Gostoso. 

Também através do Governo Cidadão estão sendo investidos R$ 33 milhões em 156 ações de acesso à água em 71 municípios, beneficiando 20 mil pessoas, sendo 55% mulheres e 14% jovens. Estas ações levam água às comunidades, sobretudo na zona rural: através da construção de cisternas, sistemas de abastecimento simplificados, perfuração de poços, dentre outros. Estes projetos promovem como contrapartidas ambientais a utilização, por exemplo, de sistemas de reuso de águas cinzas, quintal produtivo ou plantio de mudas na comunidade.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O trabalho de educação ambiental do Governo do Estado, através da Caern, tem em sua linha de atuação a premissa de informar e engajar a população em práticas que visem proporcionar a sustentabilidade dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Para isso, são utilizadas diferentes abordagens e metodologias, bem como a articulação com diversas instituições sociais e governamentais, nas três esferas. Em parceria com IDEMA,  Instituições Federais de ensino e com a Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA) vem ofertando cursos e produzindo conteúdos com enfoque na temática socioambiental.

Mesmo durante a pandemia, a Educação Ambiental tem se reinventado realizando ações on-line (live de Instagram, webinar, redes sociais, dentre outros). Tem fortalecido ainda a transmissão de conteúdo via WhatsApp. Além de cursos para formação de multiplicadores.

O Idema também tem um papel essencial na sensibilização da população, com as atividades on-line o cidadão tem acesso a conteúdo de como preservar os recursos naturais.

RIO GRANDE

O Rio Potengi, um dos principais do Estado, e que dá nome ao Rio Grande do Norte também tem um trabalho do Governo do RN para recuperação da sua nascente. O Projeto Governo Cidadão atuou como articulador dessa iniciativa junto à Semarh, Idema, Igarn, Prefeitura de Cerro-Corá e universidades, entregou um esboço de projeto de recuperação da área em novembro de 2020. O projeto está em andamento ao longo deste ano e a Semarh tem em sua programação uma perfuração de poço na localidade, que servirá à dessedentação animal das criações da comunidade, o que permitirá o cercamento e restauração da nascente, sem prejudicar as necessidades locais de quem mora na região.

POLÍTICAS ESTRUTURANTES

Do ponto de vista ambiental e de políticas estruturantes, o governo do estado tem investido no Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH), documento que norteia a gestão de águas no estado, na criação de dois novos Comitês de Bacia, o do Rio Potengi e o dos Rios Piquiri-Una, na recuperação de mananciais e nascentes, atualmente  com foco na do Rio Potengi, além da implementação de leis e a elaboração de minutas, envolvendo temas como combate à desertificação, regularização de reservas ambientais particulares, reuso de águas tratadas, gestão de resíduos sólidos e mudanças climáticas, todos temas ligados diretamente ou indiretamente à gestão de águas.

GESTÃO DAS ÁGUAS

A gestão das reservas hídricas estaduais é outro ponto trabalhado pelo Governo do RN, por meio do Igarn, monitorando os 47 reservatórios com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pela segurança hídrica do Estado. Monitora ainda a qualidade da água em 63 pontos, incluindo reservatórios, trechos de rios e lagoas.

Além do monitoramento volumétrico, o Igarn realiza ainda a regularização dos usuários de água, através das Licenças de Obra Hidráulica e Outorgas de Uso da Água, para garantir que os recursos hídricos cheguem em quantidade e qualidade necessárias para atender às necessidades dos potiguares.  

O setor de Segurança de Barragem do Igarn realiza a vistoria da estrutura das barragens construídas por todo o Estado, atualizando também os dados sobre esses mananciais no SNISB, que é um cadastro consolidado de informações sobre barragens, cuja inserção dos dados está sob a responsabilidade de cada entidade ou órgão fiscalizador de segurança de barragens no Brasil.





Notícias do RN